método Suzuki

     No Método Suzuki as crianças apendem música através da “abordagem da língua materna”, ele observou que todas as crianças – em qualquer lugar do mundo – falam sua(s) língua(s) materna(s) com fluência logo nos primeiros anos de vida, inclusive com os maneirismos regionais de cada local. A metodologia foi inicialmente desenvolvida para o violino e posteriormente adaptada para outros instrumentos, tais como violão, piano e flauta. Suzuki instrui que “toda criança pode alcançar altas capacidades se for exposta a um método educacional adequado”.

     Mais do que um simples método de ensino instrumental, a Educação do talento é uma verdadeira filosofia educacional que propõe uma nova leitura da criança instrumentista, do talento, do papel da socialização na aprendizagem instrumental e do potencial da educação musical na vida humana.

     Além dessas observações, Suzuki incluiu outras modificações em relação ao ensino tradicional do instrumento: incluiu os pais no processo de aprendizado; acrescentou um momento de aprendizado em grupo, além da aula individual; iniciou o ensino de música a partir da produção do som no instrumento e não da leitura e da escrita como ainda era feito naquele momento. Ele enfatizou a importância da criação de um ambiente de aprendizado com música que favorecesse a exposição das crianças e o incentivo para a repetição e a experimentação. Seus alunos de violino alcançavam níveis surpreendentes com pouca idade – 4 e 5 anos.

     Através do estudo do violão também trabalhamos habilidades extramusicais que a criança vai levar por toda sua vida, como concentração, respeito, disciplina e um relacionamento estreito com os pais.